Televisão

Globo Repórter 17/05/2024: Solidariedade em meio às tragédias no Brasil

Jornalístico da Globo exibe histórias de pessoas que perderam tudo em tragédias climáticas para ajudar o próximo!

Globo Repórter desta sexta-feira (17/05) mostra histórias de pessoas que perderam tudo em tragédias climáticas e uniram forças para ajudar quem foi vítima de outros desastres. Enchentes históricas, secas severas, incêndios florestais recordes e ondas de calor têm impactado milhares de pessoas em todo o país, mas também têm revelado o lado forte da população brasileira: a solidariedade.

A equipe de repórteres do Globo Repórter, composta por Graziela Azevedo, Pedro Bassan, João Mota, Bette Lucchese e Beatriz Castro, percorreu diversas regiões do Brasil para contar histórias inspiradoras de projetos e pessoas que estão se mobilizando para ajudar os afetados pelas tragédias climáticas, formando uma grande corrente do bem.

No Rio Grande do Sul, região recentemente afetada por inundações devastadoras, a solidariedade se manifesta em ações concretas de ajuda e reconstrução. Desde pequenos produtores rurais levando tratores para limpar as ruas até jovens estudantes preparando refeições para os desabrigados, o programa destaca exemplos de comunidades se unindo para enfrentar a adversidade.

Em São Leopoldo, no Morro do Espelho, uma corrente formada por jovens estudantes mostra o poder da solidariedade ao alimentar e aquecer os desabrigados. No litoral norte de São Paulo, crianças que sobreviveram a uma tragédia climática em 2023 se mobilizam para enviar mensagens de esperança e apoio aos afetados no Sul do país. Além disso, o programa destaca histórias de heróis anônimos, como um bombeiro aposentado que distribui comida e cuida de moradores de rua.

Solidariedade no Globo Repórter

O repórter Pedro Bassan falou sobre a consciência das pessoas que passaram pelo seu caminho na cobertura. “O que mais me impressionou foi ver que as pessoas têm a consciência de que a vida delas mudou para sempre, seja porque elas perderam tudo e vão ter que recomeçar do zero, seja porque elas perderam o próprio vínculo emocional com a casa delas. O que eu testemunhei foi uma ruptura das pessoas com a vida que elas viviam antes. Nada vai ser igual daqui para frente”, diz o comunicador.

O Globo Repórter mostra mensagens de força e resiliência que vêm de outras regiões do Brasil, como do Nordeste, onde Cleide Silva, sobrevivente do maior desastre climático de Pernambuco em 2022, compartilha sua história de superação e solidariedade. Ela acredita que, assim como ela conseguiu reconstruir sua vida, o povo do Sul também encontrará forças para se reerguer.

As pessoas que viveram a tragédia em Pernambuco se identificam muito com as que estão no Sul. Eles sabem que só o tempo vai acalmar o coração, mas é preciso ter muita resiliência. Muitos deles, até hoje, ainda vivem com as doações que receberam na época. Vamos mostrar como as pessoas aprenderam a ressignificar a maior tragédia de suas vidas em um recomeço, a partir da força da solidariedade”, crava Beatriz. 

Globo Repórter de hoje, dia 17/05/2024

  • Quando e que horas começa? hoje, sexta-feira, 22h25
  • Onde assistir? canal aberto da TV Globo em todo o Brasil, logo após “Renascer“.

Receba também as principais notícias do Todo Canal no seu WhatsApp. Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Claudio Augusto

Meu nome é Cláudio Augusto, jornalista formado pela UFG. Com passagem pela TV Anhanguera, afiliada da Globo em Goiás, atua no Todo Canal desde 2019. Também com experiência no site NaTelinha.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.